Poesia no Jantar em homenagem à Sra. Kolinda Grabar-Kitarović

Katia Gavranich CamargoEventos croatasLeave a Comment

Kristina Bodrozic-Brnic

Um dos pontos altos do jantar em homenagem à Presidente da República da Croácia, Sra. Kolinda Grabar-Kitarović, foi a leitura da tocante poesia Ruke u Ruci, de autoria de Kristina Bodrozić-Brnic. Uma homenagem à todos os imigrantes croatas, que como ela, escolheram o Brasil para viver. Aqui, temos a versão em croata e em português, pela própria autora:

RUKE U RUCI

Kristina Bodrozic-Brnic

Danas ja vama poklanjam riječi.

Riječi o tome kako smo došli, kako živimo

 i kako sve bi moglo biti.

U prošlosti smo imali početak.

Brodom smo došli s nadom,

U kavi utopili naše strahove,

 I dom stvorili našima.

U srcu smo plakali,

Daleko od naše zemlje,

Našeg mora i naših planina.

Stup do stupa,

Cigla do cigle,

 I ruke u ruci,

Tako smo brojali godine .

………….

Ovih dana unučad zna

Da ovdje ni boja lica, ni vjero​is​povijest,

A ni odabir ljubavi ne definiraju osobu.

Sanjaju o našoj zemlji još,

Zemlja ožiljaka i ljepote.

Pitaju još više pitanja,

I pričaju i još više priča.

Žrtve prošlosti

Nalaze se u plesu.

Sjećanja prolaze s njima.

….

I što se znade današnjim danom

O budućnosti koji dolazi,

Bez tuge i bez želja?

Ništa, nego samo da

To što stvorimo

U novim generacijama,

Bit će i njima nit u vremenu.

MÃO EM MÃO

Autoria e tradução: Kristina Bodrozic-Brnic

Hoje vou presentear palavras a vocês,

Palavras sobre como chegamos, como vivemos

E como tudo poderia ser.

Tivemos o nosso início no passado,

Com esperança chegamos de barco,

Em café afundamos os nossos medos,

E casas construímos para os nossos.

No coração choramos,

Tão longe da nossa terra,

Do nosso mar e nossas montanhas.

Coluna por coluna,

Tijolo por tijolo,

De mão em mão,

Foi assim que contamos os anos.

………….

Nos tempos dos netos se sabe

Que nem a cor do rosto, nem crença

E nem a escolha do amor define uma pessoa.

Ainda sonham com a nossa terra.

Terra de cicatrizes e beleza.

Perguntam mais perguntas,

E contam mais contos.

As vítimas do passado

Achamos nas danças

As memórias passam com estas.

….

E o que se sabe hoje em dia

Do futuro que virá,

Sem tristeza e sem desejo?

Nada, somente que

Aquilo que criamos

Nas gerações novas,

Vai ser o fio do tempo deles também.

The following two tabs change content below.

Katia Gavranich Camargo

Natural de São Paulo, é bacharel em Nutrição pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, mestre em Engenharia de Produção, modalidade Inteligência Artificial, pela Universidade Federal de Santa Catarina, autora do livro “Croácia – Cozinha e Memória Dálmata”. Dirige a empresa de produção cultural Mac Media, Arte e Conhecimento. Atualmente coordena o trabalho "Memória Dálmata" do Projeto Vise Kulture 2016, amparado pela Sociedade Amigos da Dalmácia.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *